Simulado do Detran RJ – Questões de Direção Defensiva




01. Faz parte da direção defensiva o cuidado com a manutenção do veículo. No caso dos itens de segurança abaixo listados, é indicador de problema de funcionamento: Item de Segurança x Indicador de problema de funcionamento.
a) Pneus x Redução na distância de frenagem;
b) Direção x O veículo `puxa` para um dos lados.
c) Freios x Redução da estabilidade;
d) Iluminação x Aumento nos “pontos cegos” do veículo

02. É a distância mínima necessária para se evitar a colisão com o veículo que segue a nossa frente:
a) distância de seguimento.
b) Distância de frenagem;
c) Distância de reação;
d) Distância de parada

03. A educação para o transito é um direito de todos e tem por finalidade primordial:
a) A formação dos infratores contumazes;
b) Integrar os componentes do Sistema Nacional de Transito;
c) Treinar candidatos à obtenção de CNH;
d) Educar o comportamento dos condutores e pedestres, para que
haja respeito.

04. A estabilidade do veículo também está relacionada com os pneus. O condutor deve conferir periodicamente e regularmente:
I- A calibragem pneus;
II- O desgaste dos pneus;
III- A existência de possíveis deformações na carcaça.
É correto o que consta em:
a) I, II e III      b) I        c) II         d) III

05. É a distância mínima necessária para se evitar a colisão com o veículo que segue a nossa frente:
a) distancia de frenagem;
b) Distancia de reação;
c) Distancia de seguimento;
d) Distancia parada.

06. A monotonia e a fadiga tem influência primordial e significativa:
a) Na tensão nervosa;
b) No nível de atenção do condutor;
c) Nas adversidades das vias;
d) Na prudência do condutor.

07. A travessia de pedestres em trechos urbanos deverá obedecer, entre outras, à seguinte norma:
a) os pedestres que forem atravessar a via, sobre as faixas delimitadas para esse fim terão, sem exceção, prioridade de passagem;
b) uma vez iniciada a travessia não sinalizada de uma pista, os pedestres poderão aumentar o seu percurso, desde que se sintam mais seguros;
c) em viadutos situados em trechos urbanos de vias rurais o pedestre poderá, opcionalmente, circular pelo passeio ou pelo acostamento;
d) em um cruzamento com semáforo veicular e faixas de travessia, porém foco especifico para os pedestres, a travessia deverá ocorrer quando o semáforo ou o agente de transito interromper o fluxo de veículos.

08. A forma correta de para o carro em uma ladeira, com acentuado aclive, ou seja, no sentido da subida, a fim de aguardar a abertura do semáforo, é:
a) Segurar o freio somente com o freio de serviço (pedal);
b) Acionar o freio de serviço (pedal)e, em seguida, engatar a 1ª marcha;
c) Acionar os freios de serviço (pedal) e colocar o veículo simultaneamente em ponto morto;
d) Acionar o freio de estacionamento (mão) e engatar a 1ª marcha, mantendo a embreagem levemente solta para sair mais rápido.

09. Sobre o cinto de segurança, podemos dizer que é INCORRETO afirmar:
a) O cinto de três pontos é aquele que se prende ao peito e ao
quadril ao mesmo tempo;
b) O cinto de três pontos é ineficaz;
c) O cinto pélvico é aquele que se prende à cintura;
d) O cinto torácico é aquele que se prende ao peito.

10. A circulação de bicicletas nos passeios públicos é:
a) permitida sempre
b) permitida, desde que o passeio tenha mais de 05 metros de largura
c) proibida
d) permitida, desde que devidamente sinalizada pelo órgão com circunscrição sobre a via

11. O condutor defensivo deve conhecer o fato de que, em geral, nos veículos sem o sistema ABS de Freios, a força de frenagem é aplicada somente nas rodas dianteiras.
a) é aplicada somente nas rodas dianteira;
b) É uniforme entre as rodas;
c) Nas rodas traseiras é menor que nas dianteiras;
d) Nas rodas dianteiras é menor que nas traseiras.

12. Em Direção Defensiva, previsão significa:
a) saber procedimentos seguros de manutenção do veículo
b) ter domínio técnico sobre o veículo
c) antecipar situações de perigo afim de evitar acidentes
d) manejar o veículo com desenvoltura.

13. Todo condutor deve praticar a Direção Defensiva constantemente. O motorista defensivo deve saber que condições adversas são:
a) Os fatores ou combinações de fatores que contribuem para aumentar as situações de riscos no transito, comprometendo a segurança;
b) Os itens do veículo que interferem diretamente na segurança, como os freios, a direção e a suspensão;
c) Os procedimentos de segurança que o motorista defensivo deve adotar para contribuir com o fluxo de veículo em uma via;
d) As reciclagens que todo condutor deve fazer periodicamente para aumentar sua habilidade ao dirigir.

14. O condutor de um veículo precisou passar sobre um ponto de alagamento. Em seguida, percebeu que o freio começou a apresentar falhas. Nessa situação, ele deve:
a) Parar, bombear o pedal do freio várias vezes e seguir para seu destino
b) Manter a velocidade, pois os freios vão secar mais adiante
c) Reduzir a velocidade, testar o freio e, se necessário, sinalizar para parar e procurar socorro
d) Manter-se tranquilo, reduzindo a velocidade até chegar ao seu
destino.

15. A manobra de marcha a ré não deve ser executada em:
a) Velocidade reduzida;
b) Esquinas;
c) Pequenas distâncias;
d) Trechos longos de curvas.

16. Começa a chover forte e o condutor está trafegando no limite de velocidade regulamentada na rodovia, que é de 80 km/h. O pavimento é de asfalto e está em boas condições. O veículo é novo, com pneus em ótimo estado. A providencia correta, em termos de Direção Segura é:
a) reduzir a velocidade até 40 km/h, para evitar o efeito da aquaplanagem;
b) manter a velocidade, pois o efeito da aquaplanagem só aparece em velocidade acima de 80 km/h;
c) reduzir a velocidade até 30 km/h e ligar o pisca alerta, para evitar o efeito da aquaplanagem e também para alertar os veículos que veem atrás;
d) reta imaginaria determinada pelos pontos A e B, sendo o ponto A definido pelos olhos do condutor e o ponto B pelo para choque do veículo que vai a frente.

17. Direção Defensiva consiste em:
a) forma de conduzir o veículo a qual permite reconhecer antecipadamente as situações de perigo;
b) técnicas de ações evasivas de emergências, para desviar o veículo de obstáculos repentinos que possam provocar acidente;
c) reta imaginaria determinada pelos pontos A e B, sendo o ponto A definido pelos olhos do condutor e o ponto B pelo para choque do veículo que vai a frente.
d) Nenhuma das respostas acima.

18. A distância de seguimento ou distância de segurança é definida como:
a) Soma da distância de reação com distância de parada;
b) Aquela que permite ao condutor uma manobra segura;
c) Soma da distância de reação com distância de frenagem;
d) Soma da distância de frenagem com distância de parada.

19. Para cruzar um trecho alagado de uma rua, o condutor de um veículo devera:
a) cruzar o trecho alagado com o carro acelerado, puxando o freio de mão levemente;
b) acelerar fortemente e entrar no trecho alagado em alta velocidade;
c) engatar a segunda e acelerar forte quando entrar ao trecho alagado;
d) engatar a primeira marcha, manter o carro acelerado e regular a velocidade com a embreagem

20. As vias rurais classificam-se em:
a) Rodovias pavimentadas e rodovias vicinais;
b) Rodovias, vicinais e vias de transito rápido;
c) Rodovias, estadas e estradas vicinais;
d) Rodovias e estradas.

21. O condutor de motocicleta, ao deparar-se com um obstáculo (exemplo: defeito na pista), deve:
a) Sem acionar os freios, passar na lateral do obstáculo;
b) Acionar o freio traseiro e passar alinhado com o obstáculo;
c) Sem acionar os freios, passar alinhado com o obstáculo;
d) Acionar o freio dianteiro e passar alinhado com o obstáculo.

22. A distância de reação é definida como:
a) Soma da distância de seguimento com distância de frenagem;
b) Aquela que permite ao condutor uma manobra de emergência;
c) O espaço percorrido em que o condutor viu o perigo, tirou o pé
do acelerador e acionou o freio;
d) Soma da distância de parada com distância de frenagem

23. É a distância percorrida pelo veículo desde o momento em que o condutor vê o perigo e toma uma atitude:
a) distância de seguimento;
b) Distância de reação;
c) Distância de parada;
Distância de frenagem

24. A posição correta ao dirigir faz parte dos preceitos de Direção Defensiva, pois evita o desgaste físico, entre outras coisas. Faz parte da lista de posições recomendadas para dirigir um veículo:
a) pernas esticadas;
b) Pé esquerdo levemente apoiado no pedal da embreagem;
c) Calcanhares ligeiramente suspensos;
d) Braços ligeiramente dobrados.

25. Ao trafegar em trecho de rodovia com neblina intensa o condutor deve:
a) trafegar em velocidade reduzida pelo acostamento, com o pisca alerta acionado, até encontrar um lugar seguro para estacionar;
b) seguir bem de perto um veículo de grande porte, como um caminhão, para usar suas luzes traseiras como referencia
c) estacionar em um local seguro, como um posto de gasolina, caso a visibilidade esteja muito prejudicada.
d) acender o farol alto, para tornar o veículo mais visível e melhorar a visibilidade da pista à frente

26. Falta de buzina, pneus lisos(carecas) e ofuscamento, respectivamente, são condições adversas de:
a) luz e tempo;
b) Veículo e luz.
c) Veículo e tempo;
d) Veículo e motorista

27. O cinto de segurança pode ser utilizado por:
a) Mãe e criança ao mesmo tempo;
b) Duas crianças ao mesmo tempo;
c) Somente uma pessoa.
d) Duas pessoas no banco traseiro, ao mesmo tempo;
e) Mãe e criança até cinco anos, ao mesmo tempo

28. Qual a finalidade do cinto de segurança:
a) Diminuir a velocidade do seu veículo;
b) Proteger os ocupantes em paradas súbitas e colisões.
c) Ser usado por duas pessoas ao mesmo tempo;
d) Ser usado apenas em longos percursos;
e) Ser usado apenas nos bancos dianteiros.

29. Parar o seu veículo em um cruzamento não sinalizado porque vem vindo uma moto na transversal à sua direita, significa que você respeita:
a) Os percursos bem planejados e sinalizados;
b) A preferência das motos nos cruzamentos;
c) O seu veículo;
d) A segurança e as leis de transito.
e) A sinalização das placas e o seu veículo.

30. No transito, o condutor demonstra atitude e comportamento adequados, sendo:
a) agressivo e rápido;
b) Decidido e agressivo;
c) Cuidadoso e ligeiro;
d) Cuidadoso e atento.
e) Cuidadoso e ousado.




4790 Hoje 1 Vizualizações

Comments

comments

error: Conteúdo Protegido.